RSS

Arquivo da categoria: Palmeiras

Paulistão 2011 – Confira os classificados para as Quartas de Final

Os resultados de quem se classificou para o mata-mata, e quem segurou as lanternas do Campeonato Paulista

Read the rest of this entry »

Anúncios
 

Por debaixo do tapete: toda a história sobre os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro

Entenda tudo o que circunda esse assunto, desde os privilégios da Globo até a proposta quase que nula da RedeTV!.

Read the rest of this entry »

 

Adidas lança camiseta oficial com logo da Copa de 2014

Camisas serão colocadas a venda para todo o Brasil

Read the rest of this entry »

 

Sala de Opiniões sobre vitória do Palmeiras em cima do São Paulo

O Palmeiras, com técnico novo, melhora o animo e faz 2 a 0 no São Paulo. Será então que o problema era Muricy?
CHUTE A GOOL
Vinícius Cordeiro
Está começando mais um Sala de Opiniões, sempre disposto à receber a sua opinião, o que você achou dos jogos, e sobre o que você quizer.
Hoje iremos falar de estrelas que voltaram a brilhar como sempre deveriam. Para alegria de todos os AlviVerdes e tristeza de Tricolores, sim, o Palmeiras venceu seu maior rival!
E parece que o problema realmente era Muricy… Há muito o que se falar de reclamações sobre Muricy Ramalho. Muitos criticam, assim como Roberto Galluzi, do Blog do Torcedor Palmeirense do GloboEsporte.com.
– Contratar Muricy foi a pior asneira que Belluzzo fez em sua gestão. Estava claro que havia talento reprimido, freio puxado. Agora destravou. É melhor a temporada começar assim, com dificuldades, o time desacreditado vai buscando forças, reforços e confiança.

Mas outros querem a volta dele. Lembram quando Antônio Carlos foi apresentado e formou-se aquele alvorosso, com faixas e tal. Isso é fato, assim como as críticas. E tal como essa galera que gritou contra Antonio Carlos depois gritou a favor, após a vitória nesse domingo. Mas a pergunta ainda fica… Por que Muricy não conseguiu fazer o mesmo trabalho que fez no São Paulo no Palmeiras? Não sei.
O que realmente se sabe é que o Verdão ganhou e pode amenizar a crise que já voltava. O São Paulo hoje assume o 6º lugar. Daniel Perrone, do Blog do Torcedor São Paulino do GloboEsporte.com, salientou as dificuldades encontradas durante o jogo.
– Não me preocupa o resultado fora de casa. O que muito me precupa é a apatia em campo e, principalmente, a falta de organização e de padrão de jogo dessa equipe. A falta de jogadas de ataque esteve evidente.

Os Tricolores ainda reclamam pela arbitragem, nos lances do segundo cartão amarelo à Xandão e no primeiro gol do Palmeiras, que segundo eles foi de mão.


Quem deu show mesmo foi Robert, que fez os dois gols no segundo tempo, e pode aquietar os corações palmeireses. 

Por enquanto, esperamos a próxima rodada, em que o Palmeiras enfrentará o Rio Claro, e o São Paulo o Monte Azul. E é claro, mais um clássico: Santos e Corinthians. Sem esquecer que o Timão entra na Libertadores essa quarta-feira. Por hoje é só pessoal. O Sala de Opiniões, é claro, não acaba aqui… esperamos sua opinião, sobre o jogo, o time, o técnico e sobre futuras partidas. Escreve mesmo, desabafe, solte seu grito torcedor. E até mais!

 

Sala de Opiniões sobre Palmeiras, Corinthians e Santos

A demissão de Muricy, o rodízio do Corinthians e os espetáculos do Santos são assuntos da primeira Sala de Opiniões.
CHUTE A GOOL
Vinícius Cordeiro
Hoje começa mais uma série de reportagens: o Sala de Opiniões. Aqui, comentaremos sobre como andam os times, os jogos, entre outras coisas.
Vamos começar falando sobre o caso Muricy Ramalho. Ele, que tinha feito um ótimo trabalho no São Paulo, não conseguiu realizar a boa fase no verdão. Muita gente está criticando o técnico pela derrota de 4 a 1 para o São Caetano e até pelo time não ter entrado na Libertadores ano passado, caso que parecia ter sido superado. Mas, ninguém percebe que o Palmeiras não tinha e não tem, na verdade, um elenco daqueles. E como esse elenco não é dos melhores, os jogadores que se destacam, como Diego Souza, acabam ficando na dependencia. O que o torcedor palmeirense tem que entender é que o time precisa, e faz tempo, de mais reforços. Não é querendo comparar, mas já comparando, o Corinthians conseguiu se armar bem, e é com esses reforços que Mano vai fazendo o rodízio dele, e assim, qualificando todos. Os palmeirenses tem toda a razão ao criticar, mas vamos lembrar que futebol é um jogo. Hoje o time ganha, amanhã ele perde, e é e sempre será assim. E quem acabou tomando o lugar de Muricy foi o próprio carrasco do jogo. O agora ex-técnico do São Caetano, Antônio Carlos Zago, é quem vai comandar o verdão.
Mudando de assunto, já que foi falado do rodízio de Mano Menezes no timão… Bom, para falar a verdade esse ‘revezamento’ de jogadores já deu o que tinha que dar. Não é criticando, mas o Corinthians começa na Libertadores nessa quarta-feira, e seria essencial se já houvesse o time que disputará o torneio pronto, jogando no sábado contra o Rio Branco, já para haver um entrosamento melhor entre os jogadores. Porém, já sabe-se que Ronaldo não irá jogar. Mano decidiu poupá-lo e liberá-lo somente na estréia mesmo. O último jogo do fenômeno, segundo o Globoesporte.com foi em 27 de janeiro, quando sofreu uma lesão na coxa esquerda. Desde então o time não vem contando com ele. E ainda o goleiro Felipe, Roberto Carlos e Jorge Henrique não enfrentarão o Rio Branco, e só jogarão mesmo na quarta, contra o Racing. Até que Felipe merece um descanso… ele foi o único que disputou todos os jogos do Corinthians, e está merecendo uma folguinha.
Mas agora vamos falar de verdadeiros espetáculos. Quem vem realmente brilhando é o Santos. O time da Vila já vem arrebentanto com todos que aparecem na sua frente e ontem eles até que tomaram 3 golzinhos do Bragantino, mas em compensação fizeram 6. A última vez que o Peixe perdeu foi na 3ª rodada, contra o Mogi Mirim. Lembrando que já vamos para a 10ª rodada. A combinação Giovanni, Robinho, Neymar, Paulo Henrique Ganso, ou seja, essa mistura das três gerações tem conseguido bons resultados, e rendendo os 16 gols que o time tem até agora. Tudo mil maravilhas, mas não podemos esquecer que o Santos, no jogo contra o Bragantino, estava ganhando de 5 a 1 e deixou o adversário fazer mais dois. Erros a parte, essa equipe vem fazendo bons jogos, e quem sabe, (palpites), pode até levar o Paulistão. 

É isso minha gente. O Sala de Opiniões de hoje vai ficando por aqui. Qualquer dúvida, já sabe… blogchuteagool@hotmail.com. Até qualquer hora!

 

Jorge Henrique mostra ser um gigante e faz o gol da vitória em Corinthians e Palmeiras

Mesmo com um jogador a menos, o Corinthians faz uma boa partida; Palmeiras não aprende e continua errando
CHUTE A GOOL
Vinícius Cordeiro
De fato, Corinthians e Palmeiras são times de grande valor, equipes renomadas e que são palco de grandes jogadores.
Neste Campeonato Paulista, Muricy Ramalho, técnico palmeirense, ainda busca por um elenco forte. O time, que não vem fazendo espetáculos, não é bom o bastante quando não conta com jogadores como Diego Souza. Um bom exemplo disso foi o jogo da última quarta-feira, em que o Palmeiras enfrentou o Monte Azul, e ganhou com o pequeno placar de 1 a 0. Nesse jogo, além da ausência de Diego Souza, Muricy também esteve sem Marcos, Bruno, Léu e Armero, que foi cortado. Com isso, fica óbvio para os adversários de que Palmeiras sem titulares não é o mesmo que Palmeiras com titulares.
O técnico corinthiano Mano Menezes não tem tanto que se preocupar com isso. Com muitas contratações, o Corinthians pode se armar bem para este ano, e quando um jogador, como Ronaldo, não tem condições de entrar em campo, como foi o caso do jogo de domingo, Mano tem mais um leque de opções que, mesmo não tendo o elevado nível do fenômeno, podem substituí-lo perfeitamente. Ontem, quem entrou no lugar de Ronaldo foi Iarley. E é com essa variedade de jogadores que Mano Menezes vem sempre com formações diferentes, para encontrar uma equipe forte que possa disputar a Libertadores. Assim, com as alterações constantes, mesmo que os titulares não joguem, os outros já terão uma experiência maior e um nível mais elevado.

O JOGO
Desta vez, sem Diego Souza e Léu, o Palmeiras começou o jogo fazendo falta. Aos 6 minutos, Armero cometeu, Tcheco bateu e Jorge Henrique subiu mais que todo mundo e marcou. A felicidade corinthiana não durou muito, pois já aos 8 minutos, Roberto Carlos, que não encontrava o Palmeiras há 15 anos, fez falta em João Arthur e recebeu cartão vermelho do árbitro Wilson Seneme. Depois disso, o Corinthians teve que se virar, e os jogadores foram se revezando para que a leteral esquerda não ficasse vazia. O Timão acabou ficando menos com a bola, mas sem perder a vontade.
Aos 30, Armero foi substituido, pois já tinha levado um amarelo e corria o risco de ser expluso. Mas ai ele não aguentou. Já tinha sido cortado no jogo anterior e nesse joga pouco… ele chorou. Os palmeirenses se comoveram por um minuto, depois ficaram felizes mas em seguida veio a revolta. Isso porque o Palmeiras fez um gol, mas o bandeirinha viu o impedimento e marcou.
O time alviverde, mesmo com um a mais, apresentava o mesmo problema do jogo contra o Monte Azul, de criação de jogadas e até de imposição sobre o adversário. Outro problema seria a dependência em Cleiton Xavier nas jogadas. E mesmo sem criar muito, foi a equipe corinthiana que acabou levando a melhor, com uma defesa bem concreta.
No começo do segundo tempo, os escanteios palmeirenses arrepiaram os torcedores corinthianos. E quem brilhou nessa partida, certamente, além de Jorge Henrique, foi Felipe, com suas defesas inacreditáveis.
A partir de então, o Palmeiras ficava tentando mas não conseguia furar o bloqueio do Corinthians. E acabou sendo assim até o final do jogo, com alguns chutes perigosos. 
Aos 39, Jorge Henrique sofreu falta e saiu, dando lugar a Dentinho. Aos 42, Cleiton Xavier recebeu o segundo amarelo e foi expluso por reclamação.

E foi com os pequenos números corinthianos (menas finalizações, menas jogadas aéreas, menas posse de bola) que o Timão fez o gol da partida e subiu para a liderança. O Palmeiras vacilou e acabou em 7º. 

Para saber sobre os resultados dos outros jogos desta 5ª rodada do Paulistão e ver a tabela de classificação acesse globoesporte.com

 

Em uma noite sem muitas estrelas, Palmeiras não brilhou tanto

Veja os destaques da partida do verdão contra o Monte Azul, além dos comentários sobre a 4ª rodada do Paulistão.

CHUTE A GOOL
Vinícius Cordeiro
Monte Azul e Palmeiras, neste início de campeonato, tem uma passagem parecida. Isso porque ambos empataram em duas rodadas: Monte Azul com Corinthians e Oeste, e Palmeiras com Barueri e Ituano. A pequena diferença é que o Monte Azul perdeu da Ponte Preta e o Palmeiras ganhou do Mogi Mirim. Mas essa diferença não impediu o Monte Azul de partir para cima do verdão. O jogo permaneceu acirrado por muito tempo, ambos os times com chances de gols.
O Palmeiras, mesmo sendo um grande time, saiu em desvantagem, já que os goleiros Marcos, com o tornozelo inchado, e Bruno, também machucado, não puderam defender seus gols. Quem os substituiu foi Deola. Além deles, Léu e Diego Souza também não atuaram por causa de dores musculares. Murici resolveu cortar Armero por conta de discussões. Assim, o time acabou ficando desfalcado, o que intensifica a questão de mais reforços que possam substituir os titulares com o mesmo nível deles.
Aos 29 do primeiro tempo, o árbitro Guilherme Cereta de Lima marcou pênalti de Mauro em Danilo. O Palmeiras, com a chance de abrir o placar, não desperdiçou e Cleiton Xavier fez o gol, segundo dele no campeonato. Neste momento, o verdão já assumia a liderança. Deste então, o time de Muricy Ramalho e o time de Edilson Só encerraram o primeiro tempo sem muitas emoções.
O segundo tempo começou com grandes chances para os dois times. Aos 7 minutos, Diogo fez falta dura em Deyvid Sacconi, recebeu seu 2º cartão amarelo e foi expulso, deixando o Monte Azul com um jogador a menos.
Muricy Ramalho não se mostrava tão satisfeito com o placar, pois mesmo ganhando, o Palmeiras não fazia uma atuação tão brilhante assim. E aos gritos, ele lembrava os jogadores ‘Tem que matar o jogo’, até pelo empate anterior com o Ituano. Logo, Muricy não estava errado em se preocupar, pois no jogo de domingo, o Palmeiras ganhava de três gols de diferença, e no final, terminou em um empate. Talvez pela bronca do técnico, ou pelos gritos da torcida, os jogadores palmeirenses começaram a pressionar mais. Porém, parece que essa pressão não durou muito tempo, pois o Monte Azul, mesmo com um a menos, conseguia chegar com facilidade no gol adversário.
Os times ficaram alternando boas fases: uma hora o Palmeiras estava melhor, outra que se destacava era o Monte Azul. No entanto, mesmo em seus bons momentos, eram poucas as vezes que o Monte Azul conseguia segurar a bola e completar com uma boa finalização.
A 4ª rodada do Paulistão terminou bem para o Palmeiras, que com o saldo de gols e os três pontos desta partida, conseguiu a liderança da tabela. O Monte Azul se manteve em 18º, na zona de rebaixamento.

OUTRAS PARTIDAS
A noite desta quarta-feira foi excelente para o Santos, que fez uma brilhante atuação e conquistou um belissimo placar de 5 a 0 contra o Barueri. Neymar, o garoto prodígio do Peixe, fez dois. O jogo fácil para o Santos poderia ter um placar ainda maior, pois a quantidade de finalizações com chances claras de gols santistas foram muitas. Mas o torcedor alvinegro não quer nem saber. O Santos está em 3º na tabela, e o Barueri está em 17°, na zona do rebaixamento.
A Portuguesa, que vinha em um embalo de vitórias e empates, perdeu no jogo contra o Mogi. A partida não foi tão brilhante assim, os dois times terminaram com apenas 10 jogadores, e o gol da vitória veio aos 38 do primeiro tempo, com um bom chute de Luís Mário de fora da área. A Lusa agora está na 5ª posição, empatada com o São Caetano, que perdeu do Rio Claro por 3 a 0. O Mogi Mirim subiu para o 6º lugar.
O Corinthians perdeu uma ótima chance de liderar a tabela de classificação. Em um empate contra o Mirassol, em 1 a 1, o técnico do Timão, Mano Menezes, não gostou da performance da equipe. Segundo o site GloboEsporte.com, ele disse que a atuação do Corinthians foi muito superior e condenou a pressa do time para o segundo gol quando tinha um a mais em campo. Em comparação aos jogos anteriores, Mano elogiou o trabalho dos jogadores. Ronaldo acabou sentindo a coxa direita e teve que abandonar a partida, mas deixou sua marca no placar. Foi ele quem fez um belo gol, com tranquilidade, driblando o goleiro e chutando para o fundo da rede. O Mirassol, com o empate, saiu da zona de rebaixamento e agora ocupa o 16º lugar. O Corinthians, que está em 2º lugar por conta do saldo de gols, vai jogar contra o Verdão no domingo, em um clássico de tirar o fôlego. Quem leva a melhor desta vez? Quem vai assumir a liderança da tabela? Isso a gente só vai saber no dia.
A 4ª rodada do Campeonato Paulista termina hoje. Quem joga ainda é: 
São Paulo X Paulista
Sertãozinho X Rio Branco
Botafogo-SP X Ponte Preta
Bragantino X Ituano
Confira os resultados dos outros gols desta quarta-feira, além da tabela de classificação, no globoesporte.com