RSS

Arquivo da categoria: Ponte Preta

Paulistão 2011 – Confira os classificados para as Quartas de Final

Os resultados de quem se classificou para o mata-mata, e quem segurou as lanternas do Campeonato Paulista

Read the rest of this entry »

Anúncios
 

E depois de 28 jogos de invencibilidade, nem a nova camisa impediu a derrota do Timão contra a Ponte

Corinthians perde, Botafogo assume liderança e São Paulo chega ao G-4.
CHUTE A GOOL
Vinícius Cordeiro
Com o seu novo uniforme, preto com um cruz roxa e detalhes em dourado, o Corinthians começou bem o jogo contra a Ponte Preta, marcando bastante. Sem Jorge Henrique e Ronaldo, quem comandou o ataque do Timão foram Dentinho e Iarley. A Ponte, com apenas uma derrota no campeonato, também veio apertando e aos 13 minutos já conseguiu 2 chances de gol em um mesmo lance.
As faltas e as decisões do juiz Rodrigo Braghetto não agradam muito Mano Menezes. E o clima entre os dois esquentou. Mas havia em psicologo em campo, bem normal. É que, como os árbitros sofrem sempre muita pressão, um acompanhamento psicológico até que parece uma boa ideia, e nesse jogo havia um profissional assitindo a partida.
Aos 35, o Corinthians deu um susto na Ponte Preta. Boquita cabeciou mas acertou o travessão. E assim termina o 1º tempo, com poucas surpresas e nenhum gol.
E o segundo tempo não começou lá essas coisas. Alguns lances perigosos, mas não tanto quanto os sustos dos dois times na primeira etapa. Corinthians e Ponte Preta não conseguiam passar da grande área com chances reais de gol. Bolas para fora, passes errados, chutes para o nada, esse era o cenário do jogo até que Jucilei resolveu agir e aos 17 abriu o placar para o Timão. Mano gostou mas advertiu que ele não arriscasse tanto e voltasse para trás.
Aos 25, o juiz marcou pênalti de Escudeiro em Finazzi, ex-corinthians. A Ponte não perdeu a chance e Fabiano Gadelha empatou. Depois do pênalti, tudo mudou. Não eram os mesmo times do primeiro tempo, e a Ponte passou a administrar a partida. E foi assim que ela aumentou com Finazzi, que recebeu um bom cruzamento de Vicente e botou para dentro do gol.
A partir de então, o Timão foi para cima, buscando no mínimo o empate e a continuação da invensibilidade no campeonato. Mas não adiantou nada. Depois de 28 jogos sem perder, o Corinthians não aproveitando os bons momentos e sofreu a derrota.
É, parece que essa 6ª escalação que Mano Menezes esperimentou não deu tanto certo. Seria a falta de Ronaldo e Roberto Carlos? E eu que tinha insentivado o rodízio e tal. Mano terá que resolver com que time joga, e não manter esse ‘revezamento’. O time está prestes a entrar na Libertadores, e se continuar assim, o ano do centanário não vai acabar bem. Bom, uma hora a invensibilidade iria acabar, é normal. Mas não foi especificamente a derrota, mas do jeito que ele aconteceu. Muitos erros, e quem deveria fazer gol não fez, precisou vir o Jucilei de lá de trás para não deixar o Timão no zero. Agora é continuar andando e no sábado ganhar do Sertãozinho. Até agora, o Corinthians está em 3º e a Ponte em 4º.

OUTROS JOGOS
Quem realmente vem fazendo um bom trabalho é Dagoberto. Depois daquela falta no jogo contra a Portuguesa, o jogador vem fazendo seu trabalho, e ontem fez uma boa partida com Washington. Parece que esses dois dão uma boa dupla. Será esse o ‘campeão’ que a torcida já estava sentindo falta? O certo é que o São Paulo fez 3 em cima do São Caetano, que não fez nenhum. Os gols vieram da dupla Washington e Dagoberto e o último de Hernanes. O São Paulo está em 2º e o Azulão no 9º lugar.
E quem está na liderança é o Botafogo-SP, que vem ganhando a 3 rodadas. Ontem ele jogou contra o Barueri, que não vem fazendo uma campanha tão boa assim. O Barueri agora está em 13º.
O Santos, o time que vem fazendo, quem sabe, a melhor campanha do Paulistão, está em 5º lugar, e joga ainda hoje contra o Santo André. Se ganhar, vai a liderança.
>> Acompanhe os gols da rodada, as partidas, os melhores momentos, no Placar da Rodada (Globo Vídeos).
 

Roberto Carlos estreia, Ronaldo volta, mas quem brilha mesmo é Jorge Henrique

Na segunda rodada do Paulistão, além de Corinthians, tem também Richarlyson fazendo gol aos 45 do segundo tempo.

CHUTE A GOOL
Vinícius Cordeiro
Bom, parece que o Chute a Gool, mesmo um pouquinho atrazado, vem conseguindo fazer sua lição de casa e passar para você os melhores momentos do Paulistão.

O jogo que deu o que falar nesta quarta-feira foi o do Corinthians, por causa da volta de Roberto Carlos aos gramados brasileiros, e pela volta do companheiro Ronaldo. Tudo bonito para o lado dos dois, antes de começar o jogo não se falava em outra coisa, mas bastou 1 minuto de bola rolando para que Jorge Henrique mandasse um passe perfeito para Iarley, que chutou por cobertura. Elias apareceu e, meio que sem querer, ajudou a colocar a bola dentro do gol.

O Bragantino, depois de um gol tão rápido, não podia fazer outra coisa se não ir para cima. E foi o que ele fez. Foi avançando, avançando, até que fez o gol de empate, ainda no primeiro tempo. Os times passaram o intervalo empatados. E, no segundo tempo, ele voltou: Jorge Henrique. O Corinthiano recebeu o bom passe de Tcheco e chutou de fora da área. Mas você acha que Roberto Carlos, em sua estreia, não iria fazer mais nada mais que suas cobranças de falta, seus chutes poderosos e suas tiradas de bola? O jogador, aos 33 minutos, fez uma espécie de boliche nos seus companheiros do banco, dando um carrinho na lateral esquerda e saindo escorregando. Ele acabou tendo que ser substituido por Boquita.

Já para o lado do São Paulo, as coisas não estavam indo muito bem não. Perdeu o primeiro jogo para a Portuguesa, estava na 15ª colocação e o jogo contra o Mirassol nem se fala. Tudo bem, o São Paulo estava fazendo bons lances, mas o Mirassol também. Tanto, que em um lance de escanteio, o Mirassol aproveita o bom clima para o seu lado e Evando manda a bola pra dentro do gol. E a agonia do são paulino durou, durou, até que aos 45 do segundo tempo, Richarlyson não aguentou esperar, tomou fôlego e foi. Foi indo, foi indo, driblou um, driblou dois, driblou mais uns 300, até que chutou e fez o gol. O empate fez com que o São Paulo subisse para o 14º lugar e o Mirassol, 17º.

No Santos, as coisas ficaram meio parecidas, mas melhor para o Peixe. O time, que fez bonito no jogo de estreia, não conseguiu muito na partida contra a Ponte Preta. E foi sempre pressionado bastante e fazendo boas jogadas que o Santos balançou a rede no 2º tempo com André. A Ponte não deixou barato, e empatou o jogo com Jean, aos 25. Com o empate, o peixe subiu para o 2º lugar, e a Ponte Preta em 11º.


Quem está na liderança é a Portuguesa, que ganhou por 2 a 0 do Sertãozinho. A lusa parece ser um dos poucos times que conseguiram bons resultados na primeira e na segunda rodada. No jogo de estreia, ela ganhou do São Paulo, e agora, passou o Palmeiras na tabela e mantém-se no topo.


Nessa quinta, Mogi Mirim e Rio Branco empataram em 2 a 2. Palmeiras enfrenta o Barueri, às 21h, e o São Caetano enfrenta o Santo André, às 21h50, clássico do ABC. Se o Verdão ganhar, pode alcançar a liderança.